Londres – A espera para ver o caixão da rainha Elizabeth rendeu a alguns súditos mais do que satisfação pessoal: as pulseiras utilizadas para controlar a fila do velório aberto ao público passaram a ser leiloadas pelo eBay.

Mas a festa durou pouco, pois o site proibiu a venda depois que algumas atingiram o valor de R$ 400 mil. A proibição acontece no momento em que a visitação termina, pois o último dia de fila é neste domingo (18).

As pulseiras são numeradas, não podem ser reutilizadas e tiveram uma cor diferente a cada dia de visita ao caixão da rainha Elizabeth , iniciada na quarta-feira (14). O site de leilões Gumtree também baniu a prática.

Pulseiras permitem sair e voltar da fila do velório da rainha Elizabeth 

Semelhantes às pulseiras utilizadas em eventos, as faixas em torno do pulso permitem que as pessoas saiam da fila para comer, beber ou ir ao banheiro sem perder o lugar.

Muitos postaram a conquista do que virou um símbolo das homenagens à rainha em redes sociais, seja para confirmar aos amigos que estavam de verdade na fila ou para celebrar a monarca. 

Mas os súditos mais gananciosos tinham encontrado uma nova função para elas: vendê-las como “um pedaço da história” para aqueles sem disposição de encarar a fila quilométrica para obtê-las.

A história começou a aparecer nas redes sociais, e acabou virando notícia em TVs e jornais, levando os sites de leilão online a proibir a venda. 

O jornal The Guardian noticiou que a pulseira mais barata era listada por £ 10 (cerca de 60 reais), mas que nos leilões chegaram a ocorrer lances de até £ 70 mil (mais de R$ 400 mil) antes de as ofertas serem removidas pela plataforma.

Apesar da interrupção da venda, a Sky News apurou que cerca de dez pulseiras para o velório da rainha Elizabeth tinham sido vendidas até a tarde de sábado (17), mas sem especificar os preços dessas vendas.

O eBay justificou a proibição dizendo que o procedimento afronta as suas políticas:

 “Esses itens são contra nossas políticas e estão sendo removidos de nosso site”. 

De fato, a política da plataforma proíbe a venda da maioria dos ingressos para eventos, incluindo os gratuitos para o público.

Cada pulseira tem o aviso de que não garantem a entrada no recinto do caixão da rainha e que são “estritamente não transferíveis”.

Elas têm impressa também a sigla LISQ (Lying-in-State Queue), que pode ser traduzida como fila para o velório público.

O Lying-in-State acontece antes da Funeral Cerimony (cerimônia do funeral), marcado para segunda-feira (19).

Pulseira fila caixão velório morte Rainha Elizabeth II Londres Lying-in-State funeral
Photo: eBay

A pulseira dourada da foto, usada na sexta-feira (16), chegou a receber um lance de £ 2.550 (mais de R$ 15 mil) no sábado, antes de ser removida do eBay, segundo a Sky News. 

Para aumentar o valor da venda, o vendedor incluiu fotos durante seu trajeto na fila (incluindo a London Eye, o Parlamento e o Big Ben) e a informação de que a pulseira era a do mesmo dia da visita de David Beckham, o qual, segundo ele, estava cerca de uma hora na frente dele.

Para valorizar suas pulseiras, os vendedores as apresentavam como “um pedaço da história”, incluíam fotos delas em seus pulsos ou enfatizavam o fato de terem conseguido retirá-las intactas, sem quebrar o lacre.

Assim como o dia da visita de Beckham, outros argumentos de valorização são o dia da vigília dos filhos (na sexta, 16) ou dos netos (no sábado, 17) da rainha junto ao caixão.

Edições históricas de jornais continuam a render lucros no eBay

Se as pulseiras não podem mais ser vendidas no eBay, em compensação a venda das edições das edições históricas dos jornais continua a todo vapor.

A Sky News apurou que um exemplar do Sunday Times noticiando a morte da rainha era oferecido no eBay por £ 500 (cerca de 3 mil reais). O lucro é exorbitante: duzentas vezes o valor de £ 2,50 pelo qual a edição foi vendida no dia 9 de setembro.

Anúncio eBay Edição The Times morte Rainha Elizabeth II
Photo: eBay

Embora a oferta não tenha recebido ainda nenhum lance, seu vendedor disse à Sky News que conseguiu vender outro exemplar do mesmo dia por £ 300 ( cerca de R$ 1,8 mil).

Outros anúncios oferecem a edição do The Sun da morte da rainha por £ 50 (cerca de 300 reais). O lucro é menor, mas também significativo: mais de 60 vezes o valor de capa original do tabloide, de £ 0,80 (cerca de 5 reais).

Para tornar a venda mais atrativa, alguns oferecem pacotes com as edições históricas de vários jornais. Uma coleção de oito tablóides, incluindo The Sun, The Star e The Daily Mail chega a valer £ 350 no eBay.

Mas nem só de pulseiras ou jornais vivem os que querem lucrar com itens ligados à morte da rainha.

moeda comemorativa Jubileu Platina Rainha Elizabeth II Londres
Photo: eBay

Um vendedor está oferecendo no Facebook Marketplace uma moeda comemorativa do Jubileu de Prata da rainha celebrado em junho por £ 26 mil (mais de 150 mil reais).

O valor é 52 mil vezes o seu valor de face, de £ 0,50. Apesar da consternação geral, a morte da rainha está fazendo a alegria de alguns.

Direitos autorais reservados. Reprodução do conteúdo integral não autorizada. Reprodução do primeiro parágrafo autorizada desde que com link para a matéria original.